Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Celulares do Pará passarão a ter nove dígitos em 2014

Celulares do Pará passarão a ter nove dígitos em 2014
29/01/2014 05:00 - achebelem


Nesta segunda-feira (27), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou no “Diário Oficial da União” os cinco estados que passarão a usar o nono dígito nos celulares a partir de 2014, são eles: Amazonas, Pará, Maranhão, Amapá e Roraima, referentes aos aparelhos com DDD de 91 a 99. A mudança começa a ser válida a partir de novembro. 

Com isso, todos os números terão o dígito 9 na frente, da mesma forma que aconteceu primeiramente em São Paulo. Contudo, para que não haja desespero de pessoas que não ficarem sabendo desta informação, a Anatel afirma que tudo será feito gradativamente. Ou seja, as ligações feitas com registro de oito números ainda serão completadas na data em questão. 

A medida foi criada para propiciar o aumento de disponibilidade de números nestes locais, por causa da incrível quantidade de compras dos mais diversos aparelhos celulares no país, e abertura de novas contas em várias operadoras de telefonia móvel. Vale ressaltar que não importa a origem da ligação (celular ou telefone fixo) para a execução da nova regra, pois será necessária a inclusão do novo dígito em todas as situações, de qualquer lugar do Brasil. 

Depois da implementação que será feita no norte do país, será a vez de Minas Gerais e estados do nordeste, que devem concluir as mudanças até o final de 2015. A previsão é de que até 2016 os celulares de todos os estados brasileiros já tenham aderido aos nove dígitos, ao passo que até o momento somente São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo estão de acordo com o novo formato.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...