Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TECNOLOGIA

Celular para idosos tem sensor de queda e botão de emergência

10 SET 12 - 00h:00band

Os celulares atuais trazem cada vez mais botões pequenos, o que dificulta o uso para aquelas pessoas que já passaram dos 60 anos de idade. Mas esse problema poderá ser solucionado.

A empresa Emporia desenvolveu uma série de aparelhos que conta com teclas bem grandes, e ainda a possibilidade de realizar uma chamada de emergência apertando um único botão que fica na parte traseira do aparelho.

Grande parte dos idosos tem vergonha de usar alguns tipos de celulares com o design muito diferente. Por esta razão, alguns dos novos dispositivos trazem um desenho diferenciado. “A linha Elegance, por exemplo, tem como público alvo as mulheres, que procuram aparelhos mais delicados”, explica a coordenadora de imprensa da Emporia, Barbara Heim.

Em relação à aceitação dos celulares, Barbara diz que o público aprova os aparelhos principalmente pela sua simplicidade e botões de acesso rápido às funções mais usadas. “Um idoso veio aqui no estande e disse para mim que o filho havia comprado para ele um Galaxy S III, da Samsung. Mas ele ainda não sabia mexer direito no smartphone”, conta Heim. 

Dentre os modelos é possível encontrar até mesmo alguns com sensores de quedas. Se o idoso cair e estiver com celular no bolso, por exemplo, seu movimento é detectado e o dispositivo faz uma ligação para um número pré-configurado. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ARTIGO

Fausto Mato Grosso: "Nobel da Paz bem escolhido"

Professor aposentado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
OPINIÃO

Daniel Ferreira Martins: "Airbnb: uso do direito de propriedade, ou violação das regras condominais?

Advogado
Teste da Triumph Tiger 1200 XCa
CORREIO VEÍCULOS

Teste da Triumph Tiger 1200 XCa

Felpuda

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião