Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SUSTO

Celular da ex-ministra da Casa Civil some por uma hora

12 MAR 14 - 06h:00FOLHAPRESS

Ex-ministra da Casa Civil, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) passou um susto ontem (11) no Senado. O celular da petista sumiu dentro do plenário, na bancada onde ela costuma se sentar. Gleisi chegou a mobilizar assessores para registrar ocorrência na polícia do Senado, mas encontrou o aparelho cerca de uma hora depois.

A confusão começou depois que Gleisi, ao perceber a ausência do telefone, iniciou uma busca no plenário da Casa pelo aparelho. Sem sucesso, ela foi ao seu gabinete procurar o iPhone que também não foi encontrado. Assessores da petista ainda vasculharam a liderança do PT, onde ela tinha estado mais cedo, e o banheiro localizado dentro do cafezinho do plenário.

Ninguém encontrou o aparelho, que ficou cerca de uma hora desaparecido. Um assessor da senadora encontrou o telefone na própria bancada onde tinha sumido, para alívio da ex-ministra.

"Eu sou meio desorganizada, daquelas que deixa bolsa aberta. Deixei o celular em cima da minha bancada [no plenário] e sumiu. Acho que devem ter feito uma brincadeira para me dar um susto", afirmou.

Alertada por jornalistas de que seu aparelho tinha informações importantes, por ser a ex-ministra chefe da Casa Civil, Gleisi pediu a uma assessora para bloquear a linha o que não chegou a acontecer porque ela encontrou o aparelho pouco depois.

Em meio à confusão, policiais legislativos do Senado sugeriram o registro da ocorrência para rastrear as imagens do plenário, que poderiam mostrar o responsável pelo sumiço. Como o aparelho apareceu, Gleisi desistiu de registrar a ocorrência.

Ao final do episódio, a petista disse acreditar numa "brincadeira" de alguém que quis "dar um susto". Ela não descarta a possibilidade de algum assessor, ou mesmo senador, ter levado o aparelho por engano e depois devolvido. No plenário, Gleisi senta ao lado dos senadores Roberto Requião (PMDB-PR) e Álvaro Dias (PSDB-PR), os três do mesmo Estado.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Coluna semanal com dicas <br>e novidades sobre motos
COLUNA MOTOMAIS

Coluna semanal com dicas e novidades sobre motos

Renegociação de dívidas com a Energisa tem prazo prorrogado
15 DE OUTUBRO

Renegociação de dívidas com a Energisa tem prazo prorrogado

PROVA ILÍCITA

Mensagens hackeadas não provam
a inocência de Lula, diz PGR

Blitz prende motorista em flagrante e multa 21 condutores por embriaguez
TRÂNSITO

Blitz prende motorista em flagrante e multa 21 condutores por embriaguez

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião