Cela de Arruda na PF

Cela de Arruda na PF
12/02/2010 08:13 -


Preso na sede da superintendência da Polícia Federal, o governador José Roberto Arruda foi acomodado num espaço com cama, banheiro privativo, sem grades, apelidada de “sala de Estado Maior”. Segundo informou a Polícia Federal, ele seria mantido isolado, sob a vigília de um segurança, em uma sala da Diretoria Técnico-Científica, localizada no prédio do Instituto Nacional de Criminalística da PF, em Brasília. Governador chegou à PF vestido de calça e camisa sociais, e aparentava estar tranquilo. Apresentou-se às autoridades antes dea PF receber o pedido de prisão preventiva do STJ. Enquanto a imprensa se aglomerava no local à espera da chegada do governador, motoristas já buzinavam perto do edifício, comemorando a decisão do STJ. “Este dia é apenas mais um passo desse processo, que vai durar o ano inteiro, possivelmente até a gente ter um DF que seja justo e igualitário, em que interesse de empresários, burocratas e de algumas pessoas não se sobreponha aos interesses da população”, disse o cientista social Paulo Fernandes.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".