Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

PREVENÇÃO

CCZ faz palestra sobre a dengue para zeladores de condomínios

10 NOV 2010Por NOTÍCIAS MS13h:11

No trabalho das autoridades públicas de conscientização e combate à dengue, o público alvo desta vez, são os síndicos e zeladores dos condomínios de Campo Grande. A palestra educativa promovida pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) aconteceu na manhã de hoje (10/11), no auditório do Sindicato Estadual da Habitação (Secovi).

“Nossa proposta é de que os síndicos e zeladores sejam voluntários na vistoria dentro dos condomínios. Orientamos para que, no mínimo, uma vez por semana, e após as chuvas, eles façam uma vistoria nos locais propícios para o acúmulo de água (marquises, ralos, caixas de passagem). Precisamos da participação da comunidade”, enfatizou Alcides Ferreira, coordenador de Controle de Vetores do CCZ.

Antes da palestra, os participantes do encontro assistiram a um filme, produzido pela Fiocruz, mostrando o ciclo de vida do Aedes aegypti (origem, desenvolvimento e principais depósitos do mosquito). O público era pequeno, apesar de terem sido convidados representantes de 26 condomínios da Capital.

“Há um desinteresse muito grande na sociedade para um assunto tão grave, que traz tantos prejuízos. Já sei como é importante a prevenção contra a dengue. Espero, agora, repassar essas informações para as pessoas à minha volta”, considerou o zelador Espedito Cardoso da Silva.

Na opinião de outro zelador, Wilson Morais, a prevenção é fundamental. “É mais fácil evitar do que combater a dengue. Existe um descaso das pessoas sobre a doença, nós temos que mobilizar a comunidade e levar mais informação à população”, argumentou.

O Secovi está entre as entidades que participam do Comitê Municipal de Combate à Dengue, que agrega representantes do poder público e instituições privadas. Por intermédio dessa parceria com o Sindicato, agentes municipais de saúde conseguem vistoriar imóveis desocupados (entregues às imobiliárias para alugar ou vender).

De acordo com o Sindicato da Habitação, Campo Grande possui 600 condomínios. Com base nesse registro, o Secovi enviou aos síndicos dos imóveis o convite para participarem do ciclo de palestras sobre a dengue. A idéia é conseguir reunir, ao final dos encontros, representantes de todos os condomínios.

A Secretaria Municipal de Saúde notificou, de janeiro até agora, aproximadamente 39 mil casos de dengue. Desse total, 22 pacientes morreram. “Os casos de óbito foram, na maioria, de pacientes já debilitados por alguma outra doença, como diabetes, hipertensão ou AIDS”, complementou Alcides.

Leia Também