segunda, 23 de julho de 2018

AEDES AEGIPTY

CCZ douradense intensifica campanha de combate ao mosquito da dengue

23 JAN 2011Por ROBERTO COSTA13h:00

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) está intensificando a vigilância para evitar nova epidemia de dengue neste ano em Dourados. As ações incluem palestras, denúncias e visitas de agentes epidemiológicos que orientam a população no combate à doença. Neste ano já foram notificados 16 casos suspeitos da doença, mas nenhum confirmado.

Diariamente o CCZ contabiliza cerca de 60 denúncias que apontam locais com possíveis focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. “As pessoas ligam e então vamos diretamente à área denunciada e verificamos se há ou não criadouros do mosquito. Caso apresente criadouros ou riscos de acumular água parada, notificamos o proprietário para fazer a limpeza do local, se não for atendida a solicitação multamos o dono do terreno”, explica Rosana Alexandre da Silva, bióloga do CCZ.

Apenas neste ano já foram emitidas mais de 100 notificações e aplicadas 30 multas, que variam de R$ 500 a R$ 800. Com as visitas, os agentes epidemiológicos atuam diretamente na comunidade. Eles vistoriam as residências e orientam a população sobre situações que contribuem para o desenvolvimento do mosquito.

Com informações da Assecom

Leia Também