sexta, 20 de julho de 2018

faturou mais dois troféus

CBF e público elegem Conca, o craque do Brasilerão

8 DEZ 2010Por Rio de Janeiro02h:10

Conca, titular do meio-campo vitorioso do Fluminense, foi o principal destaque da festa do Prêmio Craque Brasileirão promovido pela CBF e, além de ter sido escolhido o melhor jogador da competição, faturou mais dois troféus: melhor meia esquerda e Craque da Galera, escolhido por votação popular - que também venceu em 2009.

A taça da competição, como prometido pelos jogadores, foi erguida por diversas mãos. O capitão Fred e o craque Conca ficaram à frente na grande festa que os jogadores fizeram após receberam as medalhas de campeões.

A seleção do campeonato foi formada por Fábio; Mariano, Dedé, Miranda e Roberto Carlos; Jucilei, Elias, Montillo e Conca; Jonas e Neymar. O técnico, como não poderia deixar de ser, é o tetracampeão Muricy Ramalho, que recebeu o troféu de ouro das mãos de Mano Menezes. A revelação foi Bruno César, do Corinthians.

Também foram premiados o Coritiba, campeão da Série B, e o ABC-RN, que faturou a Série C. Sandro Meira Ricci, árbitro do polêmico duelo entre Corinthians e Cruzeiro, que marcou o polêmico pênalti de Gil sobre Ronaldo, foi escolhido o melhor juiz do torneio.

Antes que a premiação fosse iniciada, Ricardo Teixeira, presidente da CBF, subiu ao palco e fez um discurso de agradecimento ao presidente Lula, que estava presente. De acordo com Teixeira - que recebeu algumas vaias - as ações do atual governo permitiram que craques como Ronaldo e Roberto Carlos voltassem ao País, e que jovens como Neymar recusassem propostas do exterior.

Ainda de acordo com Teixeira, a fórmula dos pontos corridos, adotada desde 2003, está consolidada e vai ser mantida por tempo indeterminado.

Leia Também