Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

PORTUGAL

Cavaco é reeleito com menor nº de votos da história

24 JAN 2011Por TERRA11h:52

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, foi reeleito com o menor número de votos da história de Portugal, com 2,23 milhões de cédulas, devido à elevada abstenção, que chegou a 53,3%. Segundo os dados oficiais, divulgados nesta segunda-feira, Cavaco Silva reuniu percentualmente um apoio maior do que o registrado quando foi eleito presidente pela primeira vez, em 2006, mas obteve menos votos absolutos.

O candidato conservador ganhou no primeiro turno neste domingo com 52,94% dos votos, quase dois pontos e meio percentuais a mais do que há cinco anos (50,5%), mas com quase 550 mil votos a menos.

O descrédito da classe política portuguesa, com o país sob o atento olhar dos mercados por sua fragilidade financeira e alto déficit público, se refletiu na votação, com um índice de participação notavelmente baixo.

A abstenção foi 15 pontos percentuais superior à observada nas últimas eleições presidenciais e bateu um novo recorde histórico ao superar a registrada em 2001, que alcançou 50,29%.

Também houve um aumento considerável dos votos em branco, decisão pela qual optaram 132.182 eleitores, frente aos 58.977 de 2006.

Os jornais portugueses, que trouxeram às primeiras páginas desta segunda-feira um feliz Cavaco Silva fazendo com seus dedos o sinal da vitória do balcão do Palácio de Belém, destacaram a abstenção "recorde" deste domingo, interpretada como um sinal de protesto dos cidadãos.

Leia Também