CAMPO GRANDE

Catadora de recicláveis morre em incêndio durante reunião com amigos

Catadora de recicláveis morre em incêndio durante reunião com amigos
25/08/2012 14:00 - ANAHI ZURUTUZA E BEATRIZ LONGHINI


Uma mulher de 58 anos, identificada pelos vizinhos como Cristina Oto, morreu ontem (24) por volta das 21h, em um incêndio na Rua Presidente Delfim Moreira, Vila Almeida, em Campo Grande.

Além de ser fumante, o que pode ter causado o incêndio, ela era catadora de materiais recicláveis e guardava os objetos em casa, o que contribuiu para as chamas se espalharem mais rápido.

De acordo com os vizinhos, Cristina conversava na casa com amigos quando o fogo começou. Ela foi para um quarto para se proteger e não conseguiu sair. Karilaine de Melo Tinoco, 31, que estava hospedada com os filhos no local, tentou salvá-la, mas as chamas consumiram o quarto.

Os bombeiros demoraram cerca de 20 minutos para chegar na casa e encontraram Cristina já sem vida.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".