Catadora de lixo é achada morta

Catadora de lixo é achada morta
05/02/2010 02:33 -


A catadora de lixo Andresa da Silva, 28 anos, foi encontrada morta na manhã de ontem, no Jockey Clube de Sidrolândia. O corpo foi achado por dois trabalhadores do local, no momento em que iam tratar dos cavalos. De acordo com boletim de ocorrência, a suspeita é que Andressa tenha sido morta na noite de quartafeira. O delegado Edson Pigosso explica que a vítima provavelmente foi estrangulada, em virtude das marcas no pescoço. A Polícia Civil ouviu algumas testemunhas e tem um suspeito, no entanto, ele ainda não foi localizado. Sem pistas A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito pela morte de J.C.F.S, 13 anos. O menino foi encontrado morto segunda-feira no Córrego Sóter, na Avenida Via Parque, em Campo Grande. As investigações estão sendo feitas pela 3ª Delegacia de Polícia, que não revela detalhes sobre o caso. Segundo a polícia, amigos do menino, que estavam com ele no dia do crime, e familiares, já foram ouvidos. Os depoimentos foram fundamentais para obtenção de pistas da gangue que matou o garoto. (NC)
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".