Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Conselho Regional de Medicina

Cassado médico acusado de abusos sexuais

15 DEZ 2010Por MILENA CRESTANI 01h:55

O médico Marcus Vinicius Carreira Bentes teve o registro cassado no último sábado pelo Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul pela acusação de ter abusado sexualmente de uma paciente no Hospital Militar de Campo Grande. A decisão ainda precisa ser referendada pelo Conselho Federal de Medicina e, enquanto isso, ele pode continuar trabalhando. O médico ainda pode recorrer da decisão.

De acordo com o assessor jurífico da entidade, André Borges, será dado prazo de 30 dias para que o médico apresente recurso da decisão. "Não podemos comentar detalhes do caso, pois é tratado com sigilo. A decisão ainda precisa ser confirmada pelo Conselho Federal de Medicina e, enquanto isso, ele pode continuar trabalhando", afirmou.

Bentes, que é major do Exército, é acusado de abusar de pelo menos sete pacientes, conforme consta em processo na Justiça Militar. Na acusação consta que "sete mulheres diferentes, que não se conheciam, narraram condutas de abuso sexual contra o mesmo médico". Ele chegou a ser absolvido da acusação de abuso de uma das pacientes, mas houve recurso.

Leia Também