Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

TRÊS LAGOAS

Casas atingidas por temporal serão reconstruídas

27 OUT 2010Por Rose Rodrigues15h:41

Um mês depois do temporal e ainda sem ter recebido nenhuma ajuda dos governos estadual e federal, a Prefeitura de Três Lagoas anunciou nesta quarta-feira a reconstrução das casas atingidas pelo tornado, que destruiu parte da cidade no dia 27 de setembro último. Esta semana a prefeita Márcia Moura se reuniu com uma comissão de representantes da sociedade para definir as estratégias de reconstrução das casas.
Das 70 casas afetadas, serão inicialmente reconstruídas 10, escolhidas pelo levantamento feito após a catástrofe pela Secretária de Assistência Social, priorizando as famílias mais numerosas e que estão abrigadas em prédios municipais. Além de funcionários da Prefeitura, participaram da reunião a presidente do Conselho Municipal de Habitação, Vera Renó; o coordenador municipal da Defesa Civil, capitão Sidnei Antonio Muniz; o 1º tenente da 2ª Cia de Infantaria do Exército, Antonio de Jesus Arantes e o empresário e voluntário, Osmar Francisco de Oliveira.
As obras serão iniciadas com doações de materiais,feita por voluntários e pelo Rotary Clube Três Lagoas, que já entregou ao município cerca de 30 mil blocos, além de ferragens, tijolos, pedra e areia. De acordo com a prefeita, ainda será definida a questão da contratação de mão de obra. “Este será o nosso ponto de partida. A reconstrução destas 10 casas servirá de laboratório para que possamos verificar com exatidão a quantidade de materiais necessários para cada situação”, disse Márcia Moura.
Isenção de IPTU
Os proprietários dos imóveis danificados por causa do temporal poderão ser beneficiados com a isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) para o ano de 2011. A proposta foi apresentada pelo vereador Celso Yamaguti (DEM) ao Executivo, através de Projeto de Lei. Conforme o projeto, a isenção poderá ser parcial ou total, segundo o parecer de uma comissão, que irá cadastrar e avaliar esses imóveis danificados. O projeto foi encaminhado à Assessoria Jurídica da Câmara, antes de ser encaminhado ao parecer das Comissões Permanentes.

 

Leia Também