Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Jaboticabal

Casal juntou 75 caminhões de lixo dentro de casa

6 NOV 2010Por Estadão10h:49

Um casal de idosos de Jaboticabal, no interior paulista, mantinha em sua casa lixo e entulho suficientes para encher ao menos 75 caminhões. Desde o fim de outubro, a prefeitura da cidade está fazendo a retirada do material, que teria sido reunido em 30 anos. O homem, de 63 anos, e a mulher, de 67, espalharam os resíduos pelos cômodos e quintal do imóvel. Não há estimativa do peso do que foi recolhido.

O trabalho de retirada do lixo tornou-se público ontem, mas começou no dia 25 de outubro. Em sete dias, foram enchidos 75 caminhões. O serviço continua na segunda e talvez na terça-feira.

A casa dos idosos, no bairro Nova Aparecida, região nobre da cidade, é grande e tem um amplo quintal. Vizinhos já tinham denunciado a situação aos órgãos públicos, sem sucesso.

Nos últimos meses, o casal não autorizou a entrada de agentes de controle de vetores, que faziam o trabalho de prevenção da dengue, à procura de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. Neste ano, Jaboticabal registrou uma epidemia de dengue. A filha do casal foi quem concordou com a ação para a retirada do lixo.

O quintal estava lotado de entulho. Três cômodos anexos à casa também estavam cheios. Nos oito cômodos do imóvel era difícil encontrar um espaço livre.

Segundo a Secretaria de Saúde, o casal vivia em condições sub-humanas. Foram encontrados alimentos vencidos. No local também havia vários animais: cães (recolhidos para castração), coelho, galinha e papagaio e pássaros em gaiolas, que foram recolhidos pela Polícia Ambiental.

O casal foi avaliado física e psicologicamente e não apresentou problemas. A mulher está internada desde anteontem para observação clínica e o homem continua na casa. A prefeitura procura agora a filha do casal, que sumiu após negociar a retirada do lixo.

A meta, agora, é entregar ao casal o domicílio em condições de moradia e inseri-los em programas sociais da prefeitura. No passado, o casal não teria aderido às regras e sido excluído dos programas. O Fundo Social de Solidariedade deverá fornecer uma cesta básica.
 

Leia Também