Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

ATIRADORES

Casal de professores é vítima de atentado a tiros na fronteira com o Paraguai

27 ABR 2011Por EDILSON JOSÉ ALVES18h:20

Um casal de professores proprietário de uma pequena escola foi vítima de um atentado na noite de terça-feira. Dois pistoleiros que estavam a bordo de uma motocicleta dispararam vários tiros no veículo ocupado pelas vítimas. Mesmo ferido por três disparos, o professor acelerou e conseguiu escapar dos atiradores, que teriam fugido em direção ao território brasileiro.
Conforme as informações policiais, os professores Roberto Carlos Valdez Campuzano, de 44 anos, e sua esposa Mirian Perez de Valdez, de 43 anos, deixavam a escola de propriedade do casal, situada no bairro Virgem de Caacupé, em Pedro Juan Caballero, a poucos metros da linha divisória com Ponta Porã, momento que foram interceptados por dois homens armados com revólveres calibre 38, que estavam a bordo de uma motocicleta.
Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, quatro tiros atingiram o pára-brisa dianteiro do veículo Corsa ocupado pelo casal. Três tiros acertaram Roberto Carlos, sendo que um dos disparos transfixou o braço direito e a bala ficou alojada no seu peito. Mesmo ferido, o professor conseguiu acelerar e fugir dos atiradores, buscando socorro em uma residência situada a poucos metros do local do atentado.
O professor foi levado ao pronto socorro do Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, onde foi submetido a cirurgia e permaneceu internado. O comissário paraguaio Justo Benitez informou que os autores ainda não foram identificados, mas que existem informações de que eles poderiam ter atravessado para o lado brasileiro da fronteira.
 

Leia Também