Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ANOREG

Cartórios de MS vão ao Supremo contestar salário

15 JAN 14 - 00h:00PATRÍCIA BELARMINO

A Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso do Sul (Anoreg/MS) entrou com uma ação civil no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Estado questionando a aplicação do teto constitucional à remuneração de tabeliões substitutos nos cartórios.

Na ação, a entidade pretende afastar a aplicação do artigo 37 da Constituição Federal, que trata sobre o teto remuneratório. Na prática, a Anoreg não quer que os os tabeliões substitutos recebam o teto salarial, quando substituírem o titular na atividade notarial e de registro em Mato Grosso do Sul.

“Ora, se os notários e registradores são particulares em colaboração com o Estado, não lhes é aplicável o ‘teto remuneratório’ conforme a Constituição da República, disciplina jurídica ali assinalada que é dirigida aos agentes políticos e servidores e empregados públicos”, alega a Anoreg, na ação. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Conmebol pune atraso do Flamengo e suspende Abel Braga por 1 jogo na Libertadores
FUTEBOL 2019

Conmebol pune atraso do Flamengo e suspende Abel Braga por 1 jogo na Libertadores

BRASIL

Carlos Bolsonaro volta a criticar Mourão: está 'no último suspiro de vida'

Moradores ensacam terra para acessar casas em via sem pavimentação
IMPROVISO

Moradores ensacam terra para acessar casas em via sem pavimentação

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS
CORREIO RURAL

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS

Mais Lidas