Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

PROVIDÊNCIAS

Cartão vai liberar verba para municípios atingidos por desastres

12 ABR 2011Por g100h:00

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, anunciou ontem (13) a criação de um cartão destinado a atender municípios atingidos por catástrofes naturais.

O anúncio foi feito durante a abertura do Seminário Internacional sobre Gestão Integrada de Riscos e Desastres, realizado em Brasília. Segundo o ministro, a operação com o cartão deverá começar em maio.

“Vamos passar a utilizar o cartão de defesa civil para a transferência de recursos para municípios atingidos. O cartão proporcionará maior agilidade na liberação de recursos, uma vez que evita a abertura de conta para a liberação dos recursos. Queremos começar a utilização do cartão já em maio”, afirmou o ministro.

Os detalhes sobre a forma de liberação dos recursos por meio do cartão ainda serão divulgados pelo governo, mas a intenção, segundo o ministro, é que a liberação dos recursos seja acelerada com o novo método.

Segundo ele, tragédias naturais como as que aconteceram na região metropolitana do Rio de Janeiro serviram para que o governo estruturasse uma forma mais rápida para ajudar os municípios, que antes demoravam até meses para receber os recursos.

O cartão está sendo elaborado em conjunto com a Controladoria-Geral da União, segundo o ministro.

Bezerra afirmou que, para maio, também está prevista a realização de um treinamento especial para situações de risco para integrantes das defesas civis.

"Devemos aprender com as lições das tragédias aprendidas pela população do Rio de Janeiro para que tragédias como essas não se repitam. Precisamos trabalhar com afinco para que, quando acontecerem as tragédias, estarmos preparados", disse.

Presidente em exercício
O presidente da República em exercício, Michel Temer, afirmou que as ações do governo têm como objetivo principal proteger as pessoas de desastres naturais.

Segundo ele, o governo está agindo em vários frentes, tanto no Executivo como no Legislativo, em busca de medidas que auxiliem na prevenção de desastres.

“A intenção da presidente Dilma foi estabelecer medidas também no campo legislativo. O objetivo é proteger pessoas que ocupam espaços em regiões de risco. Essas medidas legislativas, ao lado das executivas, se destinam a revelar o interesse do governo de impedir que no futuro os desastres tenham a dimensão que tivemos agora", afirmou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também