quarta, 18 de julho de 2018

LONDRES

Carro de príncipe Charles é atacado por estudantes

12 DEZ 2010Por SÃO PAULO07h:46

O chefe da Polícia Metropolitana de Londres, Paul Stephenson ofereceu sua renúncia depois que o Rolls Royce que levava o príncipe Charles e sua mulher, Camilla, foi atacado por um grupo de cerca de 20 estudantes que protestava contra o aumento da anuidade nas universidades no centro de Londres, no Reino Unido.
O casal real saiu ileso, mas o incidente foi constrangedor para a polícia londrina.
Paul Stephenson pediu desculpas pessoalmente ao príncipe Charles nesta manhã e ofereceu sua demissão, segundo informou o jornal “Sunday Times”.
Após o incidente, Stephenson disse que o percurso a ser feito pelo casal real havia sido cuidadosamente inspecionado minutos antes do ataque e acrescentou que agentes da segurança real fizeram bem ao não disparar contra os manifestantes.
Charles e Camilla foram atacados quando iam ao teatro assistir a um espetáculo do Royal Variety Performance.

Votação
Estudantes entraram em confronto com a polícia britânica, no incidente político mais violento no Reino Unido desde 1990.
O governo do Reino Unido conseguiu aprovar na Câmara dos Comuns, por pequena margem, um plano que aumenta a anuidade universitária para até 9.000 libras (cerca de R$ 24 mil) – quase o triplo do limite máximo atual, de 3.290 libras. O plano ainda deve ser votado pela Câmara dos Lordes, nesta terça-feira.

Com France Presse

Leia Também