Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MINISTÉRIO

Carona em avião presidencial foi 'equívoco'

8 ABR 11 - 08h:36FOLHA ONLINE

O GSI (Gabinete de Segurança Institucional) admitiu ontem que houve "equívoco" na carona dada a uma amiga do piloto do avião que levou a presidente Dilma Rousseff a Natal, no Carnaval deste ano.

O comandante do avião, coronel Geraldo Corrêa de Lyra Júnior, deixou que a professora Amanda Patriarca fosse incluída no voo, tanto na ida quanto na volta.
Até ontem, ele estava escalado para levar a presidente na viagem a China, que deverá durar cerca de uma semana.

Apesar de reconhecer que houve "equívoco", o GSI defendeu que não houve quebra nas normas de segurança do avião presidencial.

"Todos os passageiros do voo em questão foram previamente identificados e submetidos aos procedimentos usuais de segurança", informou o gabinete, em nota.

O caso foi divulgado ontem pelo jornal "O Estado S. Paulo". A professora Amanda Patriarca, de acordo com informações do jornal, é irmã da comissária Angélica Patriarca, que faz parte da equipe do avião presidencial.

A nota divulgada pelo GSI diz que o equívoco ocorreu "no processo de autorização de viagem da passageira em questão, que não fazia parte da comitiva" da presidente.

A Folha apurou que "caronas" a pessoas fora da comitiva da presidente ocorrem, mas é necessário uma autorização formal, com a apresentação de um memorando.

No caso em questão, a autorização teria sido feita apenas verbalmente, de acordo com assessores do Planalto.

A reportagem questionou o GSI ontem sobre a permanência do coronel como comandante do avião presidencial, mas não houve resposta até a conclusão desta edição.

A reportagem procurou o comandante e a comissária Angélica Patriarca para falar sobre o caso, mas eles não foram localizados.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mistura de queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS
TEMPO

Queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS

Raio-x flagra mulher com 50 cápsulas de cocaína no estômago
SERVIÇO DE MULA

Mulher é presa com cápsulas de cocaína no estômago

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação
TRÊS MESES DE PRISÃO

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação

Vereadores afastados tomam posse em Dourados
RETORNO

Vereadores afastados tomam posse em Dourados

Mais Lidas