Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Carnaval 2014 terá início hoje; veja a programação

Carnaval 2014 terá início hoje; veja a programação
21/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


 

O Carnaval 2014 terá início nesta sexta-feira (21), em Campo Grande. Ao todo, serão cinco dias da Festa de Momo.

A programação começa com o desfile de fantasia e escolha da Rainha e do Rei Momo e Show Com o Grupo Terra Samba, às 18h, no Armazém Cultural. Estará presente o ator Global Nando Rodrigues

No dia 27 terá o grito de carnaval na praça dos imigrantes.

Dia 28 é a vez do Bloco do Pequi desfilar pelas principais vias da Capital. O Carnaval Popular 2014 será na Avenida Fernando Corrêa da costa entre avenida Calógeras e 14 de julho de 1º a 04 de março.

No dia 03 de março a festa será Com Cristo é Só Alegria na Praça do Rádio Clube das 19h às 22h.

Programação oficial 

4º Grito de Carnaval dos Artesãos

Dia: 27 de fevereiro
Local: Praça dos Imigrantes
Horário: a partir das 19h
Atrações: Jucy Ibañes e Charanga Sossega Leão

Bloco do Pequi

Dia: 28 de fevereiro
Saída: Armazém Cultural (concentração), a partir das 17h
Chegada: Praça do Rádio Clube

Carnaval Popular 2014

Local: avenida Fernando Corrêa da costa entre avenida Calógeras e 14 de julho
Dia: de 1º a 04 de março
Horário: das 21h às 04h do dia seguinte
Matinês: dias 02 e 04 de março
Horário: das 17h às 19h30min

Circuito Trio Elétricos

Dias: 02 e 04 de março
Horários: das 16h às 19h
Local (01): Esplanada da Ferrovia (Trajeto: avenida Calógeras, Antônio Maria Coelho, 14 de julho e General Mello)
Local (02): Parque Sóter: em torno do parque.
Horário: das 16h às 19h

Desfile das Escolas de Samba

Local: Avenida Alfredo Scaff - Praça do Papa
Dias: 03 e 04 de março
Horário: a partir das 19h

Com Cristo é Só Alegria

Dia: 03 de março
Local: Praça do Rádio Clube
Horário: das 19h às 22h

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.