Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Caravana da Petrobras promove oficinas de capacitação na Capital

27 ABR 10 - 19h:20

Cristina Medeiros

 

Em 2007, a Petrobras realizou a iniciativa de lançar o Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania. Seu objetivo é contribuir para a redução da pobreza e das desigualdades sociais nas comunidades mais excluídas do País. Assim, na manhã dessa terça-feira, a gestora de projetos Miriam de Barros e o consultor de projetos Tiago Lima, ambos da Petrobras, estarão no Bristol Exceler Plaza Hotel, às 9h, promovendo uma Caravana Social, com oficinas presenciais que capacitarão os interessados para a elaboração de projetos para o Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras. Além de divulgar o programa, a caravana tem como objetivo a apresentação dos critérios da escolha dos projetos, permitindo assim a igualdade de acesso aos interessados.

"Estamos percorrendo as capitais brasileiras para orientar as pessoas na elaboração dos projetos e apresentando a elas o edital. Desta forma, democratizamos o acesso das pessoas à verba, tiramos dúvidas e falamos de prazos; é uma forma de dar mais transparência para o processo", explicou Miriam de Barros.

Este ano, a Petrobras destinou R$ 110 milhões de reais para o programa, sendo que cada projeto tem teto máximo a ser pleiteado de até R$ 1,45 milhão. Além da oficina realizada pela caravana, o site do programa também está disponível a todos os interessados para retirar dúvidas e prestar esclarecimentos de forma online e prática em http://www2.petrobras.com.br/minisite/desenvolvimento_cidadania/index.asp.

Segundo Miriam, serão aceitos projetos que se encaixem nas seguintes áreas: geração de renda e oportunidade de trabalho – "podem ser projetos, por exemplo, ligados à pesca, à costura, que gerem renda", cita Miriam; educação para qualificação profissional – "como exemplo posso dar cursos que encaminhem alunos para o mercado de trabalho" – e garantias dos direitos da criança e do adolescente – "podem ser projetos desenvolvidos no contra-turno escolar, como esporte, cultura, etc", complementa a gestora, salientando que cada projeto deve ter a duração de 24 meses.

 

Abrangência nacional

De 2007 a 2009, o Programa investiu R$ 396 milhões em 1.891 projetos. O programa prevê investimentos de R$ 1,3 bilhão até 2012, que deverão permitir a realização de projetos que atendem direta e indiretamente a 18 milhões de pessoas em todos os estados do País. Na última edição do Programa Desenvolvimento & Cidadania Petrobras, dois projetos sul-mato-grossenses foram contemplados: o "Livros que falam", do Instituto Sul-mato-grossense para Cegos Florivaldo Vargas e "Fortalecimento da Agricultura Familiar MS", da Comissão Pastoral da Terra de Mato Grosso do Sul.

As inscrições podem ser feitas gratuitamente até o dia 21 de maio, no site do Programa (www.petrobras.com.br/desenvolvimentoecidadania).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Diretor de presídio federal diz que Name não precisa de ajuda
CRIME ORGANIZADO

Diretor de presídio diz que Name não precisa de ajuda

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância
BRASÍLIA

STF retoma julgamento sobre prisão após condenação em 2ª instância

Deputados cobram vistoria <br>contra incêndio em hospitais
RISCOS

Deputados cobram vistoria contra incêndio em hospitais

Mais de 350 vagas de emprego disponíveis na Capital; Confira
MERCADO DE TRABALHO

Mais de 350 vagas de emprego disponíveis na Capital; Confira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião