Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Capital terá maratona cultural

14 MAI 10 - 06h:12
OSCAR ROCHA

A partir de amanhã, e durante nove dias, uma maratona cultural transformará  pontos diferentes da Capital em palcos de intervenções artísticas. A proposta é, por meio da música, das artes plásticas, do artesanato, do circo, da dança, entre outros, refletir sobre o conceito de lugar e suas implicações. A ideia é do Sesc, dentro da programação da 5ª Aldeia Sesc Terena de Artes. Nesta edição, o evento passou a adotar o termo aldeia ao nome. “Com o projeto Palco Giratório, uma iniciativa do Sesc nacional que é o maior circuito teatral do País, se observou a necessidade de um projeto regional que servisse de ponto de intercâmbio entre as produções nacionais e locais. A partir disso, 31 lugares do Brasil passaram a realizar as aldeias, em alguns pontos direcionadas mais às artes cênicas; em outros, houve maior variedade de propostas, como é o caso de Campo Grande”, explica o coordenador do projeto, Higor Advenssud.
A programação se inicia às 10h, com literatura no Calçadão da Rua Barão do Rio Branco.

“As intervenções literárias serão promovidas com a participação de um artista, contador de histórias, que desenvolverá uma performance apresentando os textos para o público. Junto à exposição/intervenção, haverá um livro, no qual as pessoas serão convidadas a escrever o que entendem sobre o tema “Lugar”. De forma lúdica e contemplativa, a intervenção objetiva instigar o público a pensar e refletir sobre questões que fazem parte da sua vida, do seu cotidiano”, antecipa Higor.

Depois, às 14h, acontece a oficina de cerâmica “Iconografias sul-mato-grossenses”, na Praça Ary Coelho. Às 15h, está previsto o cortejo de abertura da maratona cultural, como acontece todos os anos, com o Camalotinho Tuiuiú, Grupo Camalote e Tribo Indígena Limão Verde. A saída acontecerá no calçadão e seguirá à Praça Ary Coelho.

Uma das novidades desta edição é uma residência artística no Sesc Horto, que contará com artistas plásticos, músico, escritores, dançarinos e atores. “Todos reuniram-se, durante sete dias, para a construção de um produto artístico. O público poderá presenciar cada etapa da montagem, desde a discussão em torno do projeto até a apresentação final. É a primeira vez que isso acontece em Mato Grosso do Sul. Os artistas plásticos farão os cenários; os escritores, os textos; os músicos cuidarão da trilha sonora e os dançarinos e atores interpretarão”, explica Higor.

O público poderá assistir ao resultado nos dias 22 e 23 de maio. Também poderão ser vistos vídeo sobre o teatro, peças teatrais locais e de fora. Neste último, o destaque é “Aqueles dois”, da Companhia Luna Lunera (Minas Gerais), baseado em texto de Caio Fernando de Abreu, em cena nos dias 19 e 22 de maio, no Teatro Prosa. Os preços dos espetáculos em teatro são R$ 12 e R$ 6.   
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CASO DO TRIPLEX

PGR envia ao STJ parecer contra anulação da condenação de Lula

SAÚDE PÚBLICA

OMS declara emergência internacional por surto de ebola no Congo

Reviva tem 77% das obras <br>concluídas na 14 de Julho
CAMPO GRANDE

Reviva tem 77% das obras
concluídas na 14 de Julho

Mandetta lançará programa inédito em Campo Grande na segunda-feira
SAÚDE

Mandetta lançará programa inédito em Campo Grande

Mais Lidas