Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

COMÉRCIO

Capital tem 106 mil consumidores com nomes inscritos no SPC

7 MAI 2011Por ROSANA SIQUEIRA08h:05

Na melhor data para o comércio, véspera do Dia das Mães, Campo Grande registra nada menos que 106 mil pessoas inscritas na lista negativa do comércio do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). O valor total da dívida é de R$ 64 milhões, os débitos tem no máximo dois anos e o montante médio individual devido pelo campo-grandense é de R$ 500. Mesmo assim, este número é 'controlável' segundo o diretor do SPC, Ciro de Souza. Ele destaca que o nível de inadimplência está caindo na Capital.

De acordo com pesquisas do órgão, em março a inadimplência ficou em 5,67% de consumidores. Em abril este montante caiu para 1,54%, e o mais importante, segundo Ciro, foi que no quadrimestre o índice ficou em 2,74%. 'Não é um nível baixo mas é perfeitamente administrável”, enfatizou. Os números foram divulgados em entrevista ao programa de entrevista Bom Dia Mega Notícias.

Diariamente 600 pessoas procuram o SPC para limpar o nome. Souza frisa que o desemprego e o descontrole de gastos por conta das facilidades do crédito são os principais motivos para o não-pagamento das dívidas do comércio. Ele afirma ainda que o campo-grandense é bom pagador. “Percebemos que tão logo a pessoa tem novo emprego, vai no SPC e busca limpar o nome. Temos muito claro isso de limpar o nome que é o maior patrimônio”, acrescenta.
O diretor do SPC informa ainda que o órgão ajuda nesta negociação. “Informamos o débito, quem é o credor e ainda orientamos sobre como negociar com as lojas”, conclui.

Confira a entrevista

Leia Também