Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

MÚSICA

Capital fecha o “Brasil canta MS”

5 DEZ 2010Por OSCAR ROCHA00h:15

Depois de percorrer cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Florianópolis e  Porto Alegre, chegou a vez de Campo Grande assistir ao show que celebra a música de Mato Grosso do Sul por meio de repertório que une passado e presente. O Projeto Brasil Canta MS, que começou em novembro, tem encerramento hoje, às 19h, na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações indígenas.

“Foi uma iniciativa muito produtiva, sendo que é a primeira vez que o Governo dá condições para mostrar a nossa música nos polos importantes da cultura brasileira. Houve momentos que vimos o público emocionado; e não somente o pessoal mais velho, o jovem também gostou muito”, aponto o diretor musical e artístico, Otávio Neto.

No show, são 5 instrumentistas, uma orquestra de câmera – 2 violinos, 1 viola e 1 violoncelo – 6 intérpretes –  Filho dos Livres (Guga Borba e Guilherme Cruz), Edneide Dias, Jerry Espíndola, Geraldo Espíndola e Gilson Espíndola  – em cena. Otávio conta que, num primeiro momento, selecionou 50 canções mais representativas da músical local até chegar às 16 que estão no show. O formato possibilitou que uma música como “O sol e a lua”, uma das mais importantes da carreira da dupla Délio e Delinha, ganhasse nova leitura por parte da cantora lírica Edneide Dias e do roqueiro Guga Borba.

Também permitiu que canções mais recentes, como “Colisão”, um exemplo da polca-rock, ficasse lado a lado com “Chalana” e “Seriema”.
Otávio lembra com carinho das apresentações no Rio de Janeiro e Santa Catarina. “Foram momentos em que o público participou bastante da apresentação”, destaca. Jerry Espíndola também destaca a boa recepção do público.

“Ele foi sempre bem receptivo à nossa cultura. Nossa música é pouco conhecida e diferente da tradicional, por conta da influência fronteiriça. Por isso chamou tanto a atenção das pessoas que prestigiaram nosso trabalho”, explicou. A excursão foi patrocinada pelo Ministério da Cultura como participação do Governo do Estado.

Leia Também