Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

'crack é possível vencer'

Capacitação de profissionais contra o crack continua

8 SET 12 - 14h:00Notícias MS

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio da Coordenadoria Estadual de Polícia Comunitária, dá continuidade na próxima segunda-feira (10) à capacitação da segunda turma do Curso Nacional de Multiplicador de Polícia Comunitária – Crack é Possível Vencer. As aulas seguem até o dia 14 de setembro na Faculdade Estácio de Sá.

O curso, composto por 80 horas/aulas, é direcionado a qualificação de 46 profissionais de segurança integrantes das polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros, Coordenadoria-Geral de Perícias e Guarda Municipal. A segunda etapa da capacitação irá abordar os temas sobre Gestão de Projetos, Teoria e Práticas do Ensino, Polícia Comunitária Comparada e Troca de Experiências e Estruturação dos Conselhos Comunitários de Segurança.

O programa "Crack, é possível vencer" foi lançado em dezembro de 2011 e abrange um conjunto de ações interministeriais para enfrentar o crack e outras drogas. Os principais objetivos do programa são aumentar oferta de tratamento de saúde e atenção aos usuários drogas, enfrentar o tráfico e as organizações criminosas e ampliar as atividades de prevenção. As ações estão estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza
PRÉDIO RUIU

Bombeiros confirmam terceira morte em desabamento em Fortaleza

IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Juiz extingue ação contra Alckmin por supostos desvios de R$ 3 bi do Fundeb

Flamengo bate o Fortaleza de virada e segue disparado na liderança
BRASILEIRÃO

Flamengo bate o Fortaleza de virada e segue disparado na liderança

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião