segunda, 16 de julho de 2018

DILMA X SERRA

Candidatos acusam-se em debate mais duro até agora

25 OUT 2010Por ESTADÃO23h:59

No debate mais duro até agora na corrida á Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) trocaram as acusações mais pesadas durante o encontro na TV Record no final da noite desta segunda-feira. Questionada sobre sua ex-braço direito Erenice Guerra, a petista afirmou que 'foi um fato importante' o depoimento dela e voltou a citar o caso de Paulo Preto e disse que o ex-diretor da Dersa "levantou dinheiro público" para a campanha do tucano.

Segundo a petista, Paulo é "braço direito, braço esquerdo e talvez até a cabeça. Ele coordenou os principais projetos do Serra, Rodoanel, Marginal e Jacu-Pêssego. E aí quando cai viga, ele diz que isso é 'competência"'. "Ela levanta essa questão para dizer que em política é todo mundo igual. Não é não. Ela teve como braço direito uma senhora, a Erenice, que montou um amplo esquema de corrupção na Casa Civil." Serra afirmou que Dilma foi testemunha de defesa do José Dirceu no caso do mensalão.

Leia Também