Terça, 20 de Fevereiro de 2018

PECUÁRIA DE LUTO

Câncer do pulmão mata fazendeiro das

23 DEZ 2010Por Edivaldo Bitencourt18h:33

Morreu, à 1h30 de ontem em Campo Grande, aos 66 anos de idade, Francisco Antônio Maia da Cunha. Deixou dois filhos, Maria Luísa (Lucka) e Francisco Antônio; dois netos e a esposa, Leila.

Cunha, que sofria de câncer do pulmão, ficou famoso como o fazendeiro das “vacas voadoras” após importar 300 animais da raça holandesa dos Estados Unidos. Realizada em 1986, a operação teve o objetivo de produzir o leite tipo “A” em Mato Grosso do Sul. Foram três voos que ganharam destaque na mídia nacional. Segundo Lucka, o pai teve o maior rebanho de vacas holandesas P.O.I. do Brasil na época.

O corpo foi sepultado às 16h30 de ontem no Memorial Parque, na Capital.
 

Leia Também