Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

TECNOLOGIA

Campus Party Brasil terá infraestrutura de cidade grande

16 JAN 2011Por PORTAL TERRA22h:19

A partir desta segunda-feira (17) até o próximo domingo, o Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, vai se tornar a casa de mais de 6 mil geeks do mundo na 4º edição da Campus Party Brasil, considerada um dos maiores eventos de internet, entretenimento e cultura digital. Além de uma série de atividades, oficinas, exposições e palestras, os campuseiros terão à disposição uma estrututra digna de uma cidade grande.

Além daqueles que vão somente para visitar a área de exposição, 6,5 mil participantes estão inscritos nesta edição. Desses, 4,5 mil passarão 24h dentro do Centro, em um local especial para acampamento equipado com restaurante, um novo sistema de chuveiros, guarda-volumes, estacionamento para 5 mil carros, atendimento médico especializado e 586 guardas que farão turnos complementares para manter a segurança dos visitantes e campuseiros.

O Centro de Exposições possui cerca de 240 mil m² construídos na maior área de Mata Atlântica de São Paulo e é dividido em três grandes pavilhões: expo, arena e acampamento.

Pavilhão Expo

Com 4,176 m² e aberta aos visitantes, há banheiros da própria estrutura do Centro Imigrantes, o suficiente para cerca de 6 mil pessoas. Em anexo, há o espaço de exposição de bancas governamentais e, ao lado, a praça de alimentação terceirizada, aberta aos participantes e visitantes do evento. Para conhecer as atividades que acontecerão neste local, clique aqui.

Pavilhão Arena

Espaço reservado aos 6,5 mil campuseiros inscritos na Campus Party Brasil com 10.962 m².Além das áreas de Criatividade, Ciência, Inovação e Entretenimento Digital, o participante também terá à sua disposição uma equipe médica em uma sala embaixo da sala VIP, com uma ambulância UTI em alerta 24h ao dia para possível deslocamento para hospitais fora do Centro de Exposições. Para conhecer as atividades que acontecerão neste local, clique aqui.

Pavilhão Acampamento

Na área exclusiva aos 4,5 mil campuseiros que irão acampar, a estrutura de 22,464 m² conta com banheiros masculinos com 78 chuveiros, banheiros femininos com 30 chuveiros e outro banheiro com seis chuveiros para portadores de deficiência física. Há também um guarda-volumes reservado aos campuseiros que dormirão no local.

Ao lado do acampamento, há o restaurante exclusivo dos campuseiros que dormirão no evento. Ele tem 580 mesas, com quatro cadeiras cada uma. Até o dia 10 de janeiro, o pacote completo de café da manhã, almoço e jantar para todos os dias do encontro custava R$ 176,40. Segundo a organização do evento, o participante poderá comprar o mesmo pacote por um preço ligeiramente maior, mas ainda não confirmado, além da possibilidade de comprar refeições avulsas. O acampamento também oferecerá de três a cinco fornos micro-ondas para aqueles que quiserem comprar comida congelada.

Cadastro de equipamento

Outro ponto importante para os participantes do evento é a identificação dos equipamentos que serão levados para dentro da Campus Party. Ela pode ser feita pelo site oficial do evento no campo "Cadastro de Equipamentos" com o número serial da máquina. Para quem não fizer o cadastramento online, etiquetas de identificação serão entregues aos campuseiros: duas, se a máquina for composta de CPU e torre, e uma no caso de ser um equipamento portátil ou um laptop. A identificação dos aparelhos é essencial para a locomoção dos participantes em diversas áreas do evento e para fora Centro de Exposições.

Esteja preparado para abrir a mochila ou bolsa diversas vezes a pedido dos seguranças, ao passar de uma área a outra, na hora de entrar e sair: continuamente é checado se o equipamento (PC, máquinas fotográficas e outros) que a pessoa carrega está identificado.

Ao falar de material eletrônico, de nada vai adiantar encher a mochila com as últimas novidades tecnológicas do momento se a bateria acabar e elas se tornarem inúteis. A 4ª edição da Campus Party Brasil ressalta que todas as tomadas do Centro de Exposições foram trocadas pelo novo padrão brasileiro com entrada de três pinos. Se os aparelhos do campuseiro ainda forem no padrão antigo, o que é bastante comum, é necessário levar um adaptador. A orgnização do evento não fornecerá este tipo de acessório gratuitamente, mas ele será vendido dentro dos pavilhões. Além disso, todas as tomadas têm tensão de 100V e 20A.

Durante o encontro também, a qualquer momento, a organização da Campus Party Brasil pode pedir a qualquer participante um documento original com foto recente para a identificação. A falta do documento pode acarretar na expulsão do campuseiro, mesmo que ele tenha se inscrito corretamente. A organização reforça ainda que não serão aceitas fotocópias.

Como chegar no Centro de Exposições

Em relação a transporte, o metrô é a melhor solução para chegar à Campus Party Brasil. O Centro de Exposições Imigrantes fica a 850 m da estação de metrô Jabaquara. A organização do evento vai disponibilizar, à exemplo dos anos anteriores, um ônibus na porta da estação para levar os participantes à Campus Party Brasil, gratuitamente. O ônibus funcionará regularmente a cada hora, das 7h às 22h. O metrô Jabaquara funciona de 4h40 até 0h.

O acesso ao local do encontro a partir dos aeroportos de Guarulhos e Congonhas também se dá pelo metrô. Se aterrissar em Congonhas, não há linhas diretas ao Centro de Exposições. A viagem de táxi custa por volta de R$ 25.

Se aterrissar em Guarulhos, existem algums opções. A primeira é pegar um ônibus especial chamado Airport Bus Service, por cerca de R$ 30, e descer ou na região da Av. Paulista para fazer uma conexão com o metrô até a estação Jabaquara, ou ir até o aeroporto de Congonhas, em uma viagem de cerca de 40 minutos, e pegar um táxi até a Imigrantes. A passagem do Airport Service Bus é comprada no próprio aeroporto, no guichê especial da empresa.

Não há linhas que levem o participante de Guarulhos até o Centro de Exposições diretamente. A solução é entrar nas linhas de ônibus 259, 472, 316 do Emtu-metropolitano da empresa Internorte, ao preço de R$ 31, com ar-condicionado, poltronas acolchoadas. Ele deixa o participante na estação de metrô mais próxima. Dela, deve-se ir até a estação Jabaquara, de onde se pega o ônibus gratuito da organização até a Campus Party Brasil.

Outra solução é entrar na linha 257 do Emtu-metropolitano, também da empresa Internorte, mas do tipo popular, ao preço de R$ 3,80. Sem ar-condicionado ou poltronas acolchoadas, a linha leva o participante à estação Tatuapé do metrô, de onde ele deve seguir à estação Jabaquara.

Para visitantes ou campuseiros não acostumados com a cidade de São Paulo, a organização reforça a dica de sempre perguntar aos cobradores de ônibus sobre a estação de metrô mais próxima, no caso de optar por pegar o transporte público. Nas estações de metrô, há mapas das linhas e guichês para informações turísticas.

Leia Também