Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

PESQUISA

Campo-grandenses freiam o consumo

20 MAI 2011Por da redação10h:22

Famílias acreditam ser bom momento para duráveis mas, sem crédito, reduzem consumo

 

A Pesquisa de Intenção de Consumo divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) confirma que as famílias campo-grandenses pisaram no freio e reduziram o consumo, mas, embora pretendam segurar os gastos, aumentou o índice das que pensam que é um bom momento para a compra de duráveis.

“Temos notado que as pessoas contiveram os gastos, o próprio índice de endividamento diminuiu, os consumidores estão evitando assumir muitas prestações e se planejando. Também percebemos que as medidas de restrição de crédito estão surtindo o efeito esperado pelo governo. Apesar disso, o movimento tem se recuperado e o varejo voltou a contratar mais do que demitir”, diz o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Edison Ferreira da Silva.

De acordo com a pesquisa da CNC, a percepção da renda atual pelas famílias campo-grandenses melhorou, mas as perspectivas de consumo caíram 9,3%, o que se deve principalmente às maiores dificuldades para acessar crédito. Para 27,8% dos entrevistados ficou mais difícil para conseguir empréstimo para comprar a prazo em relação ao mesmo período do ano passado. As perspectivas profissionais também diminuíram, mas 60,9% esperam melhoria profissional para os próximos seis meses.

Leia Também