Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

POSTOS

Campo-grandense já paga até R$ 0,16 a mais por litro de etanol

10 FEV 2011Por ROSANA SIQUEIRA19h:00

O consumidor da Capital está pagando quase 9% a mais pelo etanol nos postos de combustível. Em duas semanas o valor do litro saltou de R$ 1,79 para R$ 1,95 verificado desde ontem em vários estabelecimentos na Capital. Ou seja o aumento verificado é de 16 centavos por litro.
Segundo a última pesquisa feita pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) em Campo Grande, no último sábado o litro do etanol era cotado a R$ 1,86 em média nos postos. Considerando o valor atual apuradoo ontem, o acréscimo foi de 4,8% em menos de uma semana.
Na gasolina o reajuste é menos expressivo. A cotação passou de R$ 2,59, preço médio divulgado pela ANP para R$ 2,69 constatado pelo portal Correio do Estado nos postos ontem. A alta neste caso é de R$ 0,10 ou 3,8%.

ALTA ANUNCIADA

Os revendedores de combustíveis já haviam alertado que haveria alta nos preços. Eles alegam que o reajuste dos salários dos funcionários, novas exigências com relação à legislação fiscal e investimentos visando a adequação dos postos às leis ambientais e aumento das despesas com encargos sociais forçaram a elevação na margem bruta de ganho. Segundo o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis (Sinpetro) o aumento nos preços é necessário para que os empresários mantenham suas atividades.

Paralelamente, o aumento de volume de vendas aconteceu em proporção bem menor ao necessário, o que resultou na queda da rentabilidade, o que coloca em risco a manutenção das empresas nesse ramo de atividade.

Mato Grosso do Sul deve produzir este ano 1,7 bilhão de litros do produto, índice 56,3% superior ao ano passado.

Leia Também