Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Dura Realidade

Campo Grande ultrapassa Austrália e Brasil em acidentes com mortes

12 JUL 12 - 00h:02Montezuma Cruz

Onde e em que faixa horária ocorreram os 48,6 mil acidentes de trânsito entre 2006 e 2010? Com esse desafio, a equipe da pesquisadora Sônia Maria Oliveira de Andrade, do Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), surpreendeu-se com a taxa de 1,12 mortes a cada 48 horas em Campo Grande.

“Se continuarmos convivendo com esses números absurdos, caminharemos para uma catástrofe”, prevê Sônia de Andrade. Ela puxa o bloco de cópias dos originais com os números da Organização Mundial de Saúde (OMS): o trânsito faz 1,2 milhão de vítimas por ano no mundo. A Austrália tem sete mortos por 100 mil habitantes/ano, o Brasil, 18, e Campo Grande, 29,8.

Relatório final elaborado pela equipe será entregue até o dia 28 próximo ao Departamento de Ciência e Tecnologia, do Ministério da Saúde. Esse órgão e a Fundação de Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de MS financiaram o trabalho de caracterização epidemiológica e espacial da Capital no período pesquisado. 

Leia mais no jornal Correio do Estado

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Donos de carros apreendidos <br>devem R$ 21 milhões ao Detran
PREJUÍZO

Donos de carros apreendidos
devem R$ 21 milhões ao Detran

EM 2019

Abertura de novos negócios teve melhor resultado em 6 anos

No ano passado, 7.087 empreendimentos foram abertos no Estado
Mega-Sena pode deixar alguém R$ 27 milhões mais rico neste sábado
SORTEIO

Mega-Sena pode deixar alguém R$ 27 milhões mais rico hoje

Chegada da CNN Brasil ainda não bota medo na concorrência
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Chegada da CNN Brasil ainda não bota medo na concorrência

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião