terça, 17 de julho de 2018

mercado da carne

Campo Grande consome 16,5 mil vacas/mês

31 OUT 2010Por Edivaldo Bitencourt00h:00

Apesar do encarecimento da carne bovina em 35% neste ano, o produto continua na mesa dos cerca de 750 mil habitantes de Campo Grande. Especialista do mercado estima que a Capital consome 16,5 mil cabeças de vacas por mês, ou seja, 550 animais por dia. Em quatro anos, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve redução de 15,62% no rebanho bovino no município.

“É importante indicar que o consumo de carne bovina em Campo Grande é basicamente de carne de vacas, que não tem a melhor qualidade”, afirma o analista de mercado e diretor da Rural Business, Júlio Brissac. Ele estima que somente 5% da carne comercializada nos açougues são de bois, 95% são de vacas.

A principal causa do aumento da carne vermelha - o valor da arroba superou R$ 100 neste mês no Estado - é a falta de animais para o abate. Em Campo Grande, conforme o IBGE, o rebanho bovino teve redução de 15,62% entre 2004 e 2008, de 679.274 para 587.500 reses. Ou seja, as 91,7 mil cabeças de gado a menos correspondem ao consumo de 166 dias (5,5 meses).

Brissac conta que o cálculo do consumo considerou a média per capita de 40 quilos de carne vermelha no País. Ele prevê que o preço do boi gordo e da vaca vão continuar subindo, seguindo a lei da oferta e demanda. Os preços só devem começar a apresentar redução a partir do início de 2011. Enquanto isso, o consumidor busca diversificar o cardápio com frango e carne suína.

Leia Também