quinta, 19 de julho de 2018

SUCESSÃO PRESIDENCIAL

Campanha de Serra em MS encerra com carreata

29 OUT 2010Por 03h:40

Apesar das últimas pesquisas eleitorais apontarem o crescimento de Dilma Rousseff (PT) em relação a José Serra (PSDB) na corrida presidencial, os tucanos de Mato Grosso do Sul afirmam seguir mobilizados, por isso, se organizam para agitar Campo Grande, amanhã, com carreata pelas principais ruas da cidade. A confiança do partido reside no fato de não acreditar na vantagem de mais de 10 pontos percentuais da petista.

"Nós acreditados nas nossas pesquisas que mostram uma diferença de cinco pontos em um universo de 8% de indecisos", disse o presidente regional do PSDB, deputado estadual Reinaldo Azambuja. Ele reforçou a teoria lembrando levantamentos divulgados no primeiro turno, que apontavam a vitória de Dilma ainda na primeira etapa da eleição. "As urnas mostraram que as pesquisas eram mentirosas", comentou o tucano.

Citando palavras de Serra, Azambuja colocou mais uma vez em xeque os números divulgados pelos principais institutos do País. "Pesquisas alugadas não interferem a nossa campanha", declarou. "A pesquisa verdadeira é a do dia 31 (data do segundo turno na eleição)", acrescentou.

 Carreata
Amanhã, a partir das 10 horas, os tucanos vão se juntar aos aliados para percorrer as principais ruas da Capital. A carreata marcará o encerramento da campanha de José Serra no Estado. Até o final da tarde de ontem, o local da largada do evento ainda estava em discussão.

No primeiro turno da eleição, Serra venceu em Mato Grosso do Sul com quase 10 pontos percentuais de vantagem. Segundo o governador André Puccinelli (PMDB), o plano é aumentar a distância, em relação a petista, para 15 pontos.

Leia Também