Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Campanha começa a invadir as ruas de Três Lagoas

18 JUL 10 - 21h:37
Rose Rodrigues, Três Lagoas

Apesar de ainda tímido, o clima de campanha eleitoral começa a ganhar as ruas de Três Lagoas. Desde o dia 6 de julho, quando passou a ser permitida a campanha, a movimentação dos candidatos aos cargos proporcionais, principalmente, se dá nos bastidores da organização e coordenação de campanha pela conquista dos 66.328 eleitores três-lagoenses. Nas ruas, o principal indício da disputa eleitoral está em carros adesivados.
A montagem de escritórios e comitês também começa a ser realizada. Gilmar Garcia Tosta (PT) é um dos que já contam com a estrutura. Outro que já montou vários comitês em Três Lagoas e em Campo Grande é o peemedebista Eduardo Rocha, candidato a deputado estadual.
No entanto, os candidatos deverão liberar seus cabos eleitorais somente a partir de agosto, quando todo o material de campanha estiver pronto e os recursos dos partidos começarem a ser distribuídos. A ideia é diminuir o tempo de gastos com as estruturas, evitando três meses de investimentos.
Ângelo Guerreiro (PDT), por exemplo, afirma que só vai intensificar os esforços nos últimos 45 dias. No entanto, na última terça-feira (13), ele pediu afastamento do cargo de vereador, por 90 dias, com vistas a conquistar uma vaga na Assembleia Legislativa com votos também em outros municípios, de forma a somar eleitores aos mais de dez mil votos conquistados em 2006. A decisão surpreendeu a muitas pessoas, já que não há obrigatoriedade de que ele se desincompatibilize do cargo.
Também é foco dos candidatos a contratação de lideranças comunitárias para comandar as extensas agendas de reuniões no município.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

OPINIÃO

Luiz Augusto Filizzola D’Urso: "Lei criminaliza induzimento à autolesão pelas redes sociais"

Advogado e especialista em Direito Digital e Cibercrimes

Felpuda

Conpresp abre processo para analisar o tombamento do Canindé
ESTÁDIO DA PORTUGUESA

Conpresp abre processo para analisar o tombamento do Canindé

FUSÃO

Cade aprova aquisição de parte da Embraer pela Boeing

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião