Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

exposição e dança

Camelódromo terá desfile
de moda popular

30 JUL 2012Por eduardo fregatto09h:50

O Camelódromo é boa opção para quem quer se vestir bem e com qualidade. É com esta mensagem que os lojistas do espaço promoverão o “Fashion Art Street”, segundo desfile do Centro Comercial Popular Marcelo Barbosa da Fonseca, nome oficial do local, que será realizado na quinta-feira, a partir das 10h, no piso superior do local.

Promovido por meio de parceria entre a Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e a AVA (Associação dos Vendedores Ambulantes), o evento abre oficialmente o calendário das festividades do 113º aniversário de Campo Grande.  O desfile é a chance dos comerciantes populares apresentarem suas coleções de moda e aumentarem a competitividade com os shoppings e lojas da região central.

O primeiro desfile do camelódromo foi realizado em agosto passado e contou com produção modesta. Para este ano, foi convocado o produtor de moda Francis Fabian. “A coleção será uma homenagem à moda de rua, o streetstyle, que está em alta nos grandes centros”, explica Fabian, já conhecido pela produção de figurinos de escolas de samba da Capital. “Nós vamos montar uma rua cenográfica e a decoração será composta por trabalhos de grafiteiros”.

Serão cerca de 40 modelos na passarela, vestindo 80 composições fornecidas por boxes do Camelódromo, incluindo um segmento de roupas infantis. Além da exposição de grafites de vários artistas do Estado, como João Rodrigues e Muriel Xavier, haverá a presença de grupos de street dance para compor o cenário, que remete a uma rua popular, e até mesmo tatuadores e cabeleireiros expondo seus trabalhos ao público.

MIX
O desfile tem inspiração teatral e deseja agradar a todos os gostos. “Nós queremos mostrar que é possível montar um figurino com estilo e personalidade mesmo em lojas populares”, afirma Fabian. “Não é preciso gastar com roupas de grife para se vestir bem”.

O Camelódromo viu a concorrência crescer no ano passado, com a abertura de dois shoppings, um deles popular e com localização próxima ao centro comercial. O “Fashion Art Street” é a forma que os lojistas encontraram de mostrar à população que também se preocupam com a qualidade dos produtos ali comercializados, e este ano traz novidades ao aliar arte e moda. “Esse desfile vai entrar para a história”, diz entusiasmado, Francis Fabian.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também