Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

poder

Câmara gasta R$ 1,7 milhão com substituição de carpetes e telões

15 JAN 2011Por FOLHA ONLINE09h:38

Ao chegar para o trabalho na Câmara, os deputados federais vão encontrar novos carpetes e monitores de votação. O Salão Verde, local que fica na frente do plenário onde os deputados se reúnem, também estará de cara nova.

A partir de hoje, todo o seu carpete será substituído. O atual, segundo a assessoria de imprensa, tem 12 anos e está muito desgastado, por estar localizado em um local de grande circulação. O custo estimado para a mudança é de R$ 200 mil.

Dentro do plenário, uma das mudanças será a troca dos telões que registram presenças e orientações para votações. O sistema antigo será substituído por 25 monitores de LCD de cada lado.

A justificativa é que a manutenção estava cara e difícil e que a troca resultará em economia de energia. O valor da reforma é de R$ 1,5 milhão, incluindo manutenção e instalação.

Ainda no plenário, do lado esquerdo, uma plataforma móvel foi instalada. A intenção é permitir que deputados cadeirantes possam ir à tribuna para discursar.

Apesar disso, ainda não será possível que os portadores de necessidades especiais cheguem à Mesa e possam presidir as sessões, por exemplo. Segundo a assessoria, a plataforma móvel custou cerca de R$ 48 mil.

A outra mudança é a acessibilidade na sala que geralmente é usada para reuniões da Comissão Mista de Orçamento. Como a verba para a reforma é da própria comissão, a assessoria de imprensa da Casa não soube informar quanto será gasto.

Em novembro do ano passado, reportagem da Folha mostrou que os três deputados cadeirantes eleitos encontrarão muitos obstáculos à livre circulação em Brasília.

Leia Também