Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Minha Casa Minha Vida

Caixa adia para julho início de restrição a financiamento a imóveis

26 FEV 2011Por Osvaldo Júnior com informações da assessoria de imprensa13h:00

Após a polêmica regra de não financiar imóveis em ruas sem asfalto e sem rede de esgoto pelo programa Minha Casa Minha Vida, a Caixa Econômica Federal (CEF) teria decidido prorrogar o início da vigência da medida para julho. A informação é da assessoria de imprensa do deputado Vander Loubet (PT). O parlamentar teria recebido a notícia de executivos do banco na noite desta sexta-feira.

De acordo com Loubet, todos os projetos que chegarem à Caixa até o dia 30 de junho deste ano ainda serão avaliados normalmente. Esse prazo permitiria, pela avaliação do parlamentar, que imóveis que estão fora das novas condições estipuladas para o financiamento possam ser concluídos e comercializados, sem que os compradores e vendedores sejam prejudicados nas negociações.

Vander confirmou participação na audiência pública sobre o tema que será realizada na Câmara Municipal de Campo Grande na segunda-feira (28), às 9h, para debater o impacto da determinação na Capital.

Descontentamento

A medida da Caixa, anunciada no dia 11 deste mês, tem causado muito descontentamento entre pequenos construtores e pessoas interessadas em financiar imóveis pelo Minha Casa Minha Vida.

Na quinta-feira (24), cerca de cem pequenos construtores fizeram manifestação contra a nova regra no centro de Campo Grande. Eles se concentraram na praça do Rádio Clube, seguiram em passeata pela avenida Afonso Pena e ruas 14 de Julho, Marechal Rondon e 13 de Maio. Pararam em frente da agência da Caixa, onde encerram o movimento.

Os contrutores reclamam que contraíram dívidas para construir suas casas e, com a mudança nas regras de financiamento, não teriam como pagar os débitos. Conforme informações do segmento, 70% das novas casas construídas em Campo Grande estão em ruas sem asfalto.

 

Leia Também