Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BOLSA

CAE adia análise de pedido de empréstimo em projeto

1 MAR 11 - 12h:50AGÊNCIA BRASIL

Um pedido de vista coletivo adiou para a próxima reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado a votação da mensagem encaminhada pela União para a contratação de empréstimo no valor de US$ 200 milhões no Banco Mundial (Bird). Os recursos destinam-se ao Projeto Consolidação do Programa Bolsa Família e Apoio ao Compromisso Nacional pelo Desenvolvimento Social.

O relator da matéria, senador Eduardo Suplicy (PT-SP), apresentou relatório favorável ao empréstimo, ressaltando que os recursos servirão para fortalecer o programa. De acordo com Suplicy, o aporte de recurso visa a aprimorar o programa e seus impactos, fortalecer o Cadastro Único dos programas sociais e sua gestão, além da ampliação institucional com o objetivo de capacitar gestores. Ainda tem como objetivo fortalecer o monitoramento do programa pelo Ministério do Desenvolvimento Social, entre outros pontos.

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO), contudo, avaliou que os objetivos que levaram à solicitação do empréstimo já foram atingidos e, por isso, ele não é mais necessário. "A motivação era consolidar o programa [Bolsa Família], que já está efetivamente consolidado”.

Depois do pedido de vista do democrata, o senador petista Humberto Costa (PE) pediu vista coletiva da matéria.

Na reunião de hoje, a CAE aprovou a criação de uma subcomissão para avaliar, periodicamente, o Sistema Tributário Nacional, como propôs o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). A comissão aprovou também requerimento de senador Eduardo Suplicy para realização de audiências públicas destinadas a discutir formas de cumprir a promessa da presidenta Dilma Rousseff de erradicação da miséria no Brasil.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Mercosul concluiu acordo comercial com países do Efta, diz Bolsonaro

ECONOMIA

Caixa avalia mudança para taxa prefixada no financiamento imobiliário

BRASIL

Lula se cala na Pentiti, 64ª fase da Lava Jato

BRASIL

Maia: País vive 'quase um estado autoritário', inclusive na área do meio ambiente

Mais Lidas