Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

Cadela ferida por bomba tem alta e 200 interessados em adoção

12 JUL 2012Por terra12h:30

A cadela Menina, ferida ao morder uma bomba arremessada por um ex-produtor do cantor Thiaguinho em 30 de junho, tem uma lista com 200 pessoas interessadas em adotá-la. Com o impacto da explosão ela teve o tímpano perfurado, perdeu a audição do ouvido esquerdo e está com uma pequena hemorragia no lado direito, que pode deixá-la completamente surda. A avaliação é do veterinário Eicke Bucholtz Júnior, que deu alta hospitalar para o animal nessa quarta-feira (11), mas determinou a continuidade da medicação para evitar infecções. A cadela está sob os cuidados da UPA (Associação Protetora dos Animais).

Bucholtz Júnior tratou do animal desde a sua entrada na clínica na noite do incidente, após receber ajuda de integrantes da UPA. Ele acredita que o animal possa se recuperar por completo em no máximo 60 dias. Além do problema na audição de Menina, o estampido provocou a fratura na mandíbula, perda de dois dentes, queimadura na língua e céu da boca. "Ela deve evitar mastigar alimentos de consistência dura e consumir uma comida mais mole, mais pastosa", afirmou. Porém, no decorrer de dois meses, ela pode voltar a consumir uma ração mais dura, já que a cirurgia na região maxiliar foi bem-sucedida.

O veterinário conta que a cadela passou por um grande estresse emocional, mas está menos assustada e já consegue se levantar e caminhar. Ele calcula que o sangramento do ouvido esquerdo deve estancar em algumas semanas, quando outra avaliação será realizada.

Dentre os 200 pedidos de adoção, a entidade tem uma carta do cantor Thiaguinho, entregue por uma pessoa que se apresentou como seu advogado. O cantor já havia manifestado pelas redes sociais interesse em ficar com a cachorra e fez uma visita relâmpago quando ela ainda estava internada na clínica veterinária. Menina é uma cadela sem raça definida e mora em uma casinha instalada sob a estrutura de um ponto de táxi em frente ao hotel. Ela vive pelas ruas da região recebendo atenção de taxistas e funcionários do comércio local.

O ex-produtor José Manoel Giardini Sobrinho, 28 anos, que era integrante da equipe técnica foi demitido por Thiaguinho após o acidente com a cadela Menina, se apresentou no dia 3 de julho a Delegacia de Defesa aos Animais de Campinas. Segundo o delegado Antônio Erivelton Piva Júnior, o ex-produtor assumiu ter atirado o artefato explosivo da janela de uma van ao sair do Hotel Nacional Inn, Jardim do Trevo.

O ex-produtor disse que não teve a intenção de ferir a cadela, já que não havia notado sua presença na rua. O delegado já ouviu outras testemunhas, dentre elas os funcionários da equipe técnica de Thiaguinho, manobristas do hotel, taxistas, funcionários de um posto de combustível e de uma borracharia.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também