Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Button assume a liderança da Fórmula 1

19 ABR 10 - 09h:43
Xangai, China

Em uma prova com variações climáticas, punições e diversas paradas para trocas de pneus, o inglês Jenson Button, da McLaren, conquistou o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, quarta etapa da temporada, ontem. O britânico Lewis Hamilton ficou em segundo, completando a dobradinha da McLaren, seguido pelo alemão Nico Rosberg, da Mercedes.
Fernando Alonso, da Ferrari, Robert Kubica, da Renault, e Sebastian Vettel, da Red Bull, completaram a lista dos seis primeiros colocados. Vitaly Petrov, Mark Webber, Felipe Massa, que em nono foi o melhor brasileiro, e Michael Schumacher também somaram pontos para o Mundial.
Os outros brasileiros também não foram bem na China. Rubens Barrichello, da Williams, ficou em 12º. Bruno Senna, da Hispania, acabou na 16ª e penúltima colocação. Lucas di Grassi teve problemas com seu Virgin e deu apenas oito voltas.
A prova foi marcada, principalmente, pelas mudanças climáticas. Apenas na primeira metade da corrida, a maioria dos pilotos foi obrigada a fazer três paradas nos boxes para trocar pneus. Button, que foi aos boxes apenas uma vez nesse período, assumiu a ponta na 19ª volta e garantiu a vitória.
Como resultado, Button, que também venceu na Austrália, assumiu a liderança do Mundial de Fórmula 1, com 60 pontos conquistados. A segunda colocação é de Rosberg, com 50 pontos, seguido por Alonso e Hamilton, com 49 pontos. Massa, que chegou à China como líder do campeonato, agora aparece na sexta colocação, com 41 tentos. Os pilotos voltam à pista apenas no dia 9 de maio, no Grande Prêmio da Espanha, a quinta etapa do Campeonato Mundial de Fórmula 1.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"
ALERTA

Ministro da Saúde diz que Brasil está em "perigo iminente"

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem
INVESTIGAÇÃO

Bolsonaro diz que governo vai apurar falhas no Enem e que não descarta sabotagem

Bombeiros recebem R$ 13 milhões para combater incêndios florestais
ESTRUTURA

Bombeiros recebem R$ 13 milhões para combater incêndios florestais

Dica da Semana: “Supermães”
Via Streaming

Dica da Semana: “Supermães”

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião