domingo, 22 de julho de 2018

F-1

Bruno Senna admite negociação com equipes e se diz pessimista com GP do Brasil

29 OUT 2010Por FOLHA ONLINE18h:00

O piloto brasileiro Bruno Senna sonhava em disputar seu primeiro GP do Brasil de F-1 com um carro competitivo. Mas a realidade é outra, e um 13º lugar em Interlagos seria uma "ótima estreia".

Devido a esta realidade, O brasileiro, que atualmente corre pela Hispania Racing, afirmou nesta sexta-feira que negocia com outras escuderias para permanecer na categoria em 2011.

"Estamos conversando com outras equipes e estamos abrindo algumas portas que talvez não estivessem abertas. Estamos com bons prospectos", apontou.

O brasileiro teve uma temporada de estreia cheia de percalços com a equipe novata e chega à penúltima prova do ano, no dia 7 de novembro, com objetivos modestos.

As dificuldades começaram ainda antes de o campeonato ter início, já que a escuderia não conseguiu fazer os testes de pré-temporada.

"Seria ótimo poder lutar por posições melhores. Claro que em outras viagens hipotéticas de quando ainda estava em outras categorias, eu esperava poder estar num carro competitivo quando estivesse no GP do Brasil pela primeira vez, mas este ano eu sabia que ia ser complicado", disse o sobrinho do tricampeão Ayrton Senna.

No entanto, o piloto espera uma recepção calorosa da torcida brasileira e que ela esteja ciente das limitações de sua equipe.

"Vai ser difícil conseguir obter um resultado expressivo, mas desde que todo mundo [torcida] esteja a par do que a gente é capaz de fazer em termos de ritmo e velocidade, espero poder ter uma primeira experiência boa em Interlagos", completou.

Leia Também