Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 19 de dezembro de 2018

Cinema

'Bruna Surfistinha' tem 1 milhão de espectadores; veja roteiro

12 MAR 2011Por Folha02h:05

Ao som de "Time of the Season", da banda The Zombies, Raquel Pacheco, vestindo um pijama infantil, se exibe para uma câmera tentando seduzir. A cena, que abre "Bruna Surfistinha", já foi assistida por mais de 1 milhão de espectadores no país e coloca o filme na lista dos dez mais vistos do ano.

O longa de estreia de Marcus Baldini, 36, é a segunda maior abertura de 2011 --atrás apenas da animação "Enrolados"-- e a sétima desde a retomada, nos anos 1990, segundo a distribuidora Imagem Filmes. No primeiro fim de semana em cartaz, reuniu um público de 400 mil espectadores. Até a última quarta-feira (9), 1.233.565 pessoas já haviam conferido a produção estrelada pela atriz Deborah Secco, gerando uma renda de R$ 11.505.683.

"As pessoas estão se envolvendo com a história", afirma Baldini, que filmou a trajetória de uma ex-garota de programa --a produção é inspirada no livro-diário de Raquel Pacheco, "O Doce Veneno do Escorpião", que vendeu 250 mil exemplares e foi traduzido para 15 idiomas. O cineasta também se valeu de entrevistas com a autora para criar o primeiro "blockbuster" nacional do ano, além de ter inserido personagens ficcionais.

Para Baldini, que diz não se arrepender da "pretensão comercial" da obra, é difícil isolar os fatores do sucesso do longa-metragem. "As pessoas têm se surpreendido com o filme a que assistem. Além de entreter, ele gera reflexão. O boca a boca é positivo."

O diretor faz questão de ressaltar também o trabalho de Deborah Secco, nome que chegou a ser rejeitado para estrelar a produção. "Ela uniu o fato de ser conhecida com a ótima interpretação."

"Bruna Surfistinha" entra nesta sexta (11) em seu terceiro fim de semana em cartaz. Marcado por muitas cenas de sexo, conta a história de uma jovem da classe média paulistana que sai de casa para se tornar garota de programa. Com o nome Bruna Surfistinha, ela vira uma celebridade nacional, ao detalhar a sua rotina de programas e dar notas às performances de seus clientes em um blog.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também