Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Literatura

Brincadeiras infantis e contação de histórias em evento

25 MAI 2011Por FCMS17h:30

No próximo sábado (28), acontece a terceira edição do projeto “Conta uma História”, das 16h às 18h, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, com os alunos da Terceira Oficina Teatral de Criação e Montagem sob a supervisão do diretor teatral Leandro Faria.

O projeto “Conta Uma História” acontece em um sábado do mês e consiste na leitura de textos da literatura infantil brasileira, de autores como Monteiro Lobato, Maria Clara Machado e Lia Luft, direcionada para crianças de 4 a 12 anos. O intuito do projeto é despertar o gosto pela leitura e pelo universo lúdico das histórias infantis, incentivando a descoberta do prazer de ler, tanto das crianças, quanto dos pais.

“Nesta edição teremos histórias curtas como “Quem Não Tem Medo?” e “O Porquinho Deitado”, ambas de Marlene Cerviglieri. Além de explorar as brincadeiras e atividades lúdicas, para acalmar e concentrar a garotada”, explica Leandro Faria.

A arte de contar histórias é uma prática milenar que começou desde os primórdios da humanidade por meio da tradição oral, sendo intensificadas na Grécia Antiga e no Império Árabe, por meio das famosas histórias presentes na obra “As mil e uma noites”, contadas por Sherazade. Essa arte amplia o universo literário, desperta o interesse pela leitura e estimula a imaginação através da construção de imagens.

A Contação de Histórias age na formação da criança em várias áreas. Contribuindo no desenvolvimento intelectual, pois desperta o interesse pela leitura e estimula a imaginação por meio da construção de imagens interiores e dos universos da realidade e da ficção, dos cenários, personagens e ações que são narradas em cada história.

A entrada é franca, mas serão recolhidos alimentos, brinquedos e roupas, que serão doados ao Lar das Crianças com HIV de Campo Grande, que cuida de crianças da capital e do interior do Estado. São crianças e adolescentes soropositivos, de famílias de baixa renda, e que dependem do auxílio prestado pela instituição, que fica situada na rua do Seminário, 2170 no bairro Seminário.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica localizado na rua 26 de Agosto, 453, entre a Calógeras e a 14 de Julho.

Leia Também