Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Alívio

Brasileiros que estavam no Japão desembarcam no Brasil

14 MAR 11 - 17h:50Agência Brasil

Brasileiros vindos do Japão que desembarcaram hoje (14) no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), relataram a situação de calamidade decorrente do forte terremoto de sexta-feira (11), seguido de um tsunami que varreu comunidades inteiras na costa nordeste japonesa.

Neusa Igha, que trabalhava como cozinheira em Saitama, no Norte do país, disse que a cidade dela pouco sofreu com o sismo, mas as cidades mais próximas do epicentro do tremor ficaram destruídas. "Passei um susto muito grande, foi terrível, teve cidades que foram destruídas totalmente, não tem mais nada. O pessoal está em uma situação muito difícil. Morreram muitas pessoas. Estamos doando materiais, alimentos e dinheiro", afirmou.

Apesar de viver no Japão há muitos anos e de já ter passado por outros terremotos, Neusa destacou que o tremor da última sexta-feira foi o de maior intensidade que ela já sentiu. "Faz 20 anos que estou no Japão. Tudo começou a tremer, estávamos no subsolo e todo mundo subiu. Depois, começou de novo, e foi assim várias e várias vezes. Já tinha passado por isso, mas nunca foi tão forte".

Carlos Fumoto, operário e morador da cidade de Toyota, na região central do país, disse que nunca tinha sentido um tremor de terra tão violento e que temeu pelo desmoronamento da casa onde mora. "A gente nunca experimentou um terremoto de grau muito grande [na escala Richter]. E fica a preocupação se vai cair alguma coisa, se a casa vai cair".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputados querem impedir exageros <br>do Ministério Público Estadual
POLÍTICA

Deputados querem impedir exageros
do Ministério Público Estadual

Bolsonaro participa de assinaturas de contratos do setor elétrico
PRESIDENTE

Bolsonaro participa de assinaturas de contratos do setor elétrico

Gente trabalhando
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Gente trabalhando

ACERTO

Usuário é baleado na perna por dupla de moto perto do Ceasa

Caso pode estar ligado com dívidas do tráfico de drogas

Mais Lidas