Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

INVESTIMENTO

Brasileiros consideram imóveis mais rentáveis

27 AGO 2012Por INFOMONEY15h:59

 Os brasileiros apontaram os imóveis como a aplicação mais rentável, de acordo com a pesquisa realizada pela Quorum Brasil. Quando questionados, 41% dos homens e 62% das mulheres disseram que este é o investimento com melhor retorno.

 Em seguida, aparecem os fundos de renda fixa, sendo que 28% foi a escolha dos homens e 13% das mulheres. Em terceiro lugar, para os entrevistados do sexo masculino, aparecem as ações (15%), enquanto que para as mulheres, se encontra a previdência privada (12%).

Dentre os investimentos considerados mais seguros, a poupança figurou em primeiro lugar, com 74% de respostas masculinas e 86% das femininas. Já os imóveis, aparecem em segundo lugar, com 65% e 79% das respostas masculinas e femininas, respectivamente. Em terceiro, vem a previdência privada, tanto entre os homens (37%) quanto entre as mulheres (47%).

Ao serem perguntados sobre quais seriam os investimentos para o futuro, os imóveis foram preferência novamente: 88% das mulheres e 69% dos homens deram esta resposta. A poupança vem logo atrás com as mulheres na frente, com 61%, enquanto 54% dos homens assinalaram a opção.

Por último, a sondagem perguntou aos entrevistados o que eles consideram na hora de investir. E este foi o único caso em que as respostas divergiram. A rentabilidade foi a escolha dos homens, com 58%. Já entre as mulheres, o risco de investimento é mais relevante na hora da escolha (62%). Em segundo lugar, para os homens, aparece o risco de investimento, com 53% e para as mulheres vem a rentabilidade, com 47%.

Pesquisa
A pesquisa foi realizada com 100 homens e mulheres (50%-50%) com renda mensal entre R$ 5 mil e R$ 9 mil e na faixa etária dos 35 aos 55 anos, na cidade de São Paulo, em julho de 2012. Foram entrevistadas apenas pessoas que realizaram algum investimento este ano.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também