Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

VÔLEI MASCULINO

Brasil sofre, mas passa pela República Tcheca no Mundial

5 OUT 2010Por Roma, Itália04h:41



Pela primeira vez neste Mundial de Vôlei com dois levantadores entre os 12 relacionados, o Brasil sofreu para derrotar a República Tcheca por 3 sets a 2 (25/20, 22/25, 23/25, 25/21 e 15/8) ontem em Roma, na Itália. Depois de recuperar-se de uma úlcera, o levantador Marlon voltou ao time, e participou pouco da vitória contra o time europeu, “teoricamente mais fraco”, conforme a previsão dos próprios jogadores brasileiros.
Atual bicampeão mundial, o Brasil folga hoje e assiste ao duelo entre a República Tcheca e Alemanha, adversária de amanhã no encerramento do grupo R.
Foi a polêmica derrota para a Bulgária que colocou o Brasil neste grupo. Caso vencesse e terminasse na liderança na segunda fase iria para Florença enfrentar Cuba e Espanha. Para apagar a má impressão deixada no jogo em que a torcida definiu como palhaçada e encaminhar a vaga na semifinal, o Brasil entrou em quadra completo com o levantador Bruninho e o oposto Leandro Vissotto; os ponteiros Dante e Murilo; os centrais Lucão e Rodrigão; além do líbero Mário Júnior.
Mesmo sendo considerada mais fraca, a República Tcheca já atravessou a vida do Brasil e tem mais vitórias do que derrotas em torneios da FIVB (Federação Internacional de Voleibol) – 11 contra seis triunfos verde-amarelos. E, após vencerem os atuais campeões olímpicos Estados Unidos, endureceram o jogo dos campeões mundiais.
O jogo só foi decidido no tie-break, o set em que os jogadores brasileiros tiveram o melhor desempenho. Se vencer a Alemanha amanhã, por qualquer placar, o Brasil avança à fase final.

Leia Também