Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Brasil inicia produção de “plástico verde”

17 AGO 10 - 09h:02
ADRIANA MOLINA

A partir de setembro, a empresa Braskem inicia em Triunfo (RS) a produção em escala industrial do chamado “plástico verde”. Trata-se do polietileno, originário do etanol, produto que transformará a indústria na maior produtora mundial de biopolímeros, e quinta no consumo nacional de etanol, com cerca de  700 mil metros cúbicos  por ano.
“Será a primeira indústria de plástico verde certificada no mundo”, afirmou o diretor de negócios de biopolímeros da empresa, Marcelo Nunes, durante palestra ontem, no Congresso de Tecnologia na Cadeia Produtiva da Cana-de-Açúcar em MS (Canasul).
O plástico verde comporta-se da mesma forma que o plástico comum, tem a mesma aparência, demanda, custo de produção e processos produtivos idênticos. Da mesma forma, não é biodegradável e requer cuidados especiais no descarte
A diferença está na redução da emissão dos gases de efeito estufa. Enquanto a produção de um quilo de polietileno de origem fóssil emite 2,5 quilos de gás carbônico, a do polietileno do etanol captura e fixa a mesma quantidade. Isso significa cinco quilos a menos do poluente no meio ambiente. (Com informações da assessoria de imprensa)
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Confira o horóscopo deste domingo
ASTRAL

Confira o horóscopo deste domingo

CORREIO RURAL

Fertilizantes: código de uso sustentável recomenda boas práticas

BRASIL

Falta de objetividade na Justiça tem custo alto, diz Alexandre de Moraes

BRASIL

Presidente do Sindicato dos delegados de PF critica Bolsonaro

Mais Lidas