Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

CONFIRMAÇÃO

Brasil fecha o Mundial com mais dois ouros

20 DEZ 2010Por Eduardo Miranda04h:50

O último dia de competições em Dubai, no Mundial de Piscina Curta, foi bom para a delegação brasileira, que conquistou mais duas medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze. Cesar Cielo, nos 100 m livre, e Felipe França, nos 50 m peito, garantiram o lugar mais alto do pódio, e os três ouros para o Brasil no quadro geral de medalhas. Os sul-mato-grossenses Lucas Kanieski e Leonardo de Deus não conseguiram subir no pódio.

Cesar Cielo, que conquistou a medalha de ouro nos 100 m livre com um tempo de 45s74, comprovou que domina as provas de velocidade atualmente no planeta. Ele também conquistou o ouro, na sexta-feira, nos 50 m livre.

Cielo agora acumula o título nas duas distâncias (50 e 100 m) das piscinas curta e longa. A medalha foi a terceira de Cielo, que na quarta-feira ajudou o Brasil a faturar o bronze no revezamento 4x100 m livre.

A outra medalha de ouro conquistada ontem pelo Brasil foi a de Felipe França, nos 50 m peito. O brasileiro cravou o recorde do compeonato ao nadar com o tempo de 25s95.

No revezamento 4x100 m medley, o time formado por Guilherme Guido, Felipe França, Kaio Márcio e Cesar Cielo conquistou a medalha de bronze, atrás de Estados Unidos e Rússia.

Nos 200 m borboleta, o brasileiro Kaio Márcio Almeida, recordista mundial da prova, não conseguiu conquistar o ouro. Ele foi o segundo colocado na final, a apenas cinco centésimos de segundo do sul-africano Chad Guy Bertrand Le Clos, que fez 1min51s56.

Na eliminatória da manhã desta mesma prova, o campo-grandense Leonardo de Deus fez apenas o 15º melhor tempo (1min54s43) e não conseguiu ir à final.

Nos 1.500 m livre, o douradense Lucas Kanieski, com um tempo de 14min45s51 foi o quinto colocado em sua bateria, e acabou com o oitavo melhor tempo da prova no Mundial de Piscina Curta de Dubai.

Leia Também