Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

Brasil é 3º País com mais empreendedores no mundo

3 JUL 2012Por terra13h:30

O Brasil possui 27 milhões de pessoas envolvidas em um negócio próprio ou na criação de um, ficando em terceiro lugar entre 54 países, atrás apenas de China e Estados Unidos no número de empreendedores.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).A pesquisa, que levanta as características do empreendedorismo em cada um dos países pesquisados, aponta que os empreendedores representam 27% da população adulta brasileira, com idade entre 18 e 64 anos.

O número apresenta crescimento de 6 pontos percentuais em 10 anos.De acordo com os dados, dos 27 milhões de empresários existentes no País, 85% estão no mercado há mais de três anos, sendo que desses, 45% atuam no mercado há mais de 42 meses. Outros 40% são classificados como novos empreendedores por funcionarem há mais de três meses e menos de 42 meses. Os 15% restantes estão envolvidos na criação de seu próprio negócio.

A pesquisa, que levanta as características do empreendedorismo em cada um dos países pesquisados, aponta que os empreendedores representam 27% da população adulta brasileira, com idade entre 18 e 64 anos. O número apresenta crescimento de 6 pontos percentuais em 10 anos.De acordo com os dados, dos 27 milhões de empresários existentes no País, 85% estão no mercado há mais de três anos, sendo que desses, 45% atuam no mercado há mais de 42 meses.

Outros 40% são classificados como novos empreendedores por funcionarem há mais de três meses e menos de 42 meses. Os 15% restantes estão envolvidos na criação de seu próprio negócio.

Proporção de mulheres é maior que média mundial
A proporção de mulheres na criação de um negócio no País é maior que a média mundial, segundo o Sebrae. No Brasil, a cada 100 empreendedores iniciais, 49 são mulheres, sendo que a média mundial é de 37 empreendedoras a cada 100 negócios.

Os dados também mostram que elas preferem negócios como estética e tratamento de beleza, comércio de vestuário, fornecimento de comida preparada e confecções. Já os homens gostam mais de atividades ligadas a manutenção e reparação de veículos automotores, minimercados, lanchonetes e similares, e transporte de passageiros.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também