Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

técnico

Botafogo fecha com Caio Júnior

23 MAR 2011Por uol13h:49

O Botafogo perdeu Joel Santana na terça-feira, mas agiu rápido e acertou, nesta quarta, a contratação de um novo treinador para as sequências do Campeonato Carioca e Copa do Brasil e também da disputa do Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana: Caio Júnior. O técnico chega ao Brasil na sexta-feira e irá assistir ao jogo diante do Boavista, sábado, pela quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Juntamente com o novo comandante alvinegro chegam seus auxiliares técnicos Almir Domingues e Cassius Hartman, o preparador físico Solivan Dalla Valle e o consultor Evandro Motta.

Caio Júnior estava atualmente sem clube, após ser demitido pelo Al Gharafa. Entretanto, o treinador já tinha decidido sair do clube depois do fim de seu contrato (maio). 
 
Caio Júnior começou a ficar conhecido em 2005, quando treinava o Cianorte-PR. Na época, a equipe paranaense fez 3 a 0 no Corinthians, pela Copa do Brasil, e causou um grande alvoroço no cenário nacional. Entretanto, no jogo de volta, no Pacaembu, derrota por 5 a 1 e eliminação da competição.

No ano seguinte, já no Paraná Clube, Caio Júnior fez boa campanha no Campeonato Brasileiro e classificou o Tricolor de Curitiba para a Copa Libertadores da América de 2007.
 
O sucesso rendeu um contrato melhor e Caio Júnior, ainda em dezembro de 2006, acertou com o Palmeiras. Fez ótima campanha no Campeonato Brasileiro e quase classificou o time paulista para a Libertadores.
 
Caio Júnior deixou o Palmeiras e foi para o Goiás, quando não teve uma boa passagem. No mesmo ano, em 2008, acertou com o Flamengo e, mais uma vez, bateu na trave na busca por uma vaga na Libertadores. Acabou demitido pela diretoria rubro-negra.
 
Em 2009, Caio Júnior “mudou de ares” e foi para o Japão, mais precisamente para o Vissel Kobe, Após seis meses do clube, acabou se transferindo para o Al Gharafa até ser demitido há cerca de duas semanas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também