Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COPA LIBERTADORES

Botafogo arranca empate contra<br> U. Española

Botafogo arranca empate contra<br> U. Española
26/02/2014 20:49 - terra


Embalado por uma grande vitória contra o Fluminense no clássico do final de semana, o Botafogo sofreu, mas conseguiu evitar sua primeira derrota na Copa Libertadores. Na noite desta quarta-feira, o time encarou o Unión Española fora de casa, em Santiago (Chile) e saiu atrás no marcador, mas contou com gol de Ferreyra para empatar por 1 a 1.

Com o resultado, o time brasileiro fica na liderança do Grupo 2 da Copa Libertadores, com quatro pontos ganhos. O Unión Española é vice-líder, com 2 pontos. Independiente del Valle joga na quinta-feira contra o San Lorenzo e, se vencer, pode empatar com o Botafogo na ponta de cima da classificação.

O Botafogo volta a campo no final de semana, para tentar manter a recuperação no Campeonato Carioca. Às 16h (de Brasília) do domingo, o time recebe o Macaé no Estádio Moça Bonita, em Bangu. Pela Copa Libertadores, enfrenta o Independiente del Valle, do Equador, em 12 de março, no Estádio Municipal Rumiñahui, em Sangolquí. No mesmo dia, o Uníon Española encara o San Lorenzo, em casa.

O Botafogo tomou a iniciativa na partida desde o princípio e conseguiu criar algumas boas oportunidades. Aos 16min e 21min, assustou em chutes fortes de Jorge Wagner e Edilson. Já aos 27min, contou com Jefferson para defender chute a queima-roupa após falha da defesa, que deixou Salom em boas condições para concluir. Aos 35min, o goleiro do Unión salvou, em chute de Jorge Wagner e rebote de Ferreyra.

No segundo tempo, o time brasileiro manteve a postura, mas voltou a desperdiçar chances. Aos 9min, Ferreyra ajeitou de peito para Gabriel chutar com perigo por cima do gol. Aos 15min, Lodeiro errou finalização, que passou rente à trave. O susto veio aos 19min, com cruzamento para Salom cabecear para fora, levando o torcedor local ao desespero.

O pior aconteceu para o Botafogo aos 29min. Campos passou Cristian Chavéz, que invadiu a área desviando de Dória e Julio César para bater na saída de Jefferson e inaugurar o marcador. O time carioca, então, se atirou para cima do rival, mas viu o goleiro Diego Sánchez fechar o gol. Na melhor das chances, aos 36min, Ferreyra recebeu lançamento dentro da área e driblou o camisa 1, mas foi travado na hora da finalização.

A salvação veio aos 40min, em jogada ensaiada. Em cobrança de falta, Ferreyra subiu mais alto com a zaga e completou de cabeça para empatar. Os jogadores do Unión Española pediram impedimento no lance, mas o assistente confirmou o gol e determinou o empate do time brasileiro fora de casa.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?